musicaefantasia

Musica e fantasia: curtas as sugestões de discos, filmes e livros.

Categoria: Prosa

Ficções, de Jorge Luis Borges

Ficções, de Jorge Luis Borges

Em 1944, Borges publicou o pequeno livro chamado Ficções, ainda hoje muito atual. Citando livros existentes ou inventados, seus contos fazem pensar na batalha das ideias, que pode ser tão interessante quanto uma batalha com espadas na Idade Média.

Pessoal intransferível, de Torquato Neto

Pessoal intransferível, de Torquato Neto

A melhor crítica (ou teoria) de poesia é feita por aquele que escreve poesia (Pound). Todo poeta teoriza sobre seu trabalho quando o comenta. Para Torquato Neto, isto significava a autenticidade obtida pela renovação, em conflito com o estabelecido.

Prosa poética

Prosa poética

O modernismo matou a métrica e suas leis do verso. Depois, nós, os pós-modernos, matamos o ritmo, sua música. O que há hoje é prosa poética, textos sem ritmo, apenas com imagens visuais (fanopeia) ou imagens verbais, ou logopeia.

Novelas exemplares, de Miguel de Cervantes

Novelas exemplares, de Miguel de Cervantes

A experiência que Borges relata, de um contemporâneo escrevendo o Quixote, seria ainda mais surpreendente se alguém hoje escrevesse as Novelas exemplares, onde Cervantes mostra o que considera boas atitudes morais: seria chamado de muito preconceituoso e politicamente incorreto.

pound

Dichten = condensare

Em alemão, poesia é dichtung, gerúndio do verbo dichten. Um amigo do poeta Ezra Pound encontrou num dicionário alemão italiano a equação dichten = condensare. Pound passou a dizer que poesia é o máximo de sentido num mínimo de palavras.