musicaefantasia

Musica e fantasia: curtas as sugestões de discos, filmes e livros.

Categoria: Filosofia

Café e cigarros, de Jim Jarmusch

Em Café e cigarros celebridades da música e do cinema interpretam a si mesmos ou personas parecidas. São quadros curtos, com diálogos muito divertidos, inteligentes, mas despretensiosos. É filmado todo em preto e branco escuro, imitando os cafés antigos.

Ficções, de Jorge Luis Borges

Ficções, de Jorge Luis Borges

Em 1944, Borges publicou o pequeno livro chamado Ficções, ainda hoje muito atual. Citando livros existentes ou inventados, seus contos fazem pensar na batalha das ideias, que pode ser tão interessante quanto uma batalha com espadas na Idade Média.

A câmera clara, de Roland Barthes

A câmera clara, de Roland Barthes

Barthes, grande teórico da interpretação da fotografia, falava em studium, ou o contexto cultural de uma foto. E de punctum, seu elemento mais marcante. A foto do irmão de Napoleão disparou sua teorização: esses olhos que viram o imperador!

Caridade

Caridade

O princípio da caridade é a ajuda desinteressada, feita sem esperar gratidão, retribuição ou reconhecimento. Mas talvez não haja no mundo um desinteresse total: mesmo quem é caridoso apenas porque se sente melhor assim, está, afinal, tendo algum interesse.

O problema da indução, segundo David Hume

O problema da indução, segundo David Hume

David Hume foi o filósofo que, no século 18, lançou o problema da indução: como, a partir do fato de que o Sol nasceu ontem, pode-se garantir que vá nascer amanhã? A indução é a base da ciência empírica.

A fragmentação da atenção

A fragmentação da atenção

É difícil escrever blogues ou textos mais densos no tempo da fragmentação da atenção. São SMS, tuítes e interrupções pontuais o tempo todo. Surpreendentemente, no século 18, David Hume já dizia que a consciência é em si pura fragmentação.

Todas as cartas de amor são ridículas, por Álvaro de Campos

Todas as cartas de amor são ridículas, por Álvaro de Campos

Álvaro de Campos, heterônimo de Fernando Pessoa e engenheiro, sentia o mesmo conflito que sentem todos os racionais trabalhadores do conhecimento, quando tomados por aquele sentimento tão forte, chamado amor. Que faz muito sentido, mesmo que se sinta ridículo.

Dialética hegeliana, grosso modo

Dialética hegeliana grosso modo

Filósofos marxianos e hegelianos dizem que a dialética leva a outra forma de pensamento. Mas grosso modo, é uma lógica de processos: primeiro se mapeiam as forças em oposição, as contradições. E depois se calcula sua resultante, a síntese.

O mito de Don Juan

O mito de Don Juan

Há leituras profundas, mas a psicologia de botequim lê rasteiramente o mito de Don Juan: ele seria a id dos impulsos; seu escudeiro, o ego que os intermedia com a sociedade; e seu pai o superego dos controles éticos.

Paradoxo lógico

Paradoxo lógico

Um paradoxo lógico é o oposto de uma tautologia. Enquanto que esta é verdadeira em todos os mundos, paradoxos são falsos em todos. Se podem ser deduzidos em uma teoria, nela se pode demonstrar uma afirmação e seu oposto.