musicaefantasia

Musica e fantasia: curtas as sugestões de discos, filmes e livros.

Categoria: Década de 1800

Fidelio, de Beethoven, regida por Nikolaus Harnoncourt

Normalmente não se enfatiza que Beethoven retratou as transformações sociais e políticas da queda do feudalismo e ascensão do capitalismo. Fidelio mostra a perda de poder feudal do governador de uma prisão, versus um ministro, representante do estado centralizado.

Anúncios

Dialética hegeliana, grosso modo

Dialética hegeliana grosso modo

Filósofos marxianos e hegelianos dizem que a dialética leva a outra forma de pensamento. Mas grosso modo, é uma lógica de processos: primeiro se mapeiam as forças em oposição, as contradições. E depois se calcula sua resultante, a síntese.

A dialética da dialética

A dialética da dialética

Para a dialética, é falso dizer “eu sou o que sou”: todo ser é o que vem a ser. Ou seja: ela é a lógica da transformação, Ou era: ninguém mais, nem os marxistas, usa hoje a palavra dialética.

Progresso através da história

Progresso através da história

No século XIX era forte a ideia de progresso através da história. Depois do estalinismo e outros regimes autoritários, a ideia foi abandonada no pensamento contemporâneo. Tudo é igual, nada muda. Uns poucos religiosos acreditam em progresso da humanidade.

Beethoven, o heroi que compôs a Eroica

Não foi toa que militantes do movimento negro apontaram em Beethoven traços fisionômicos que sugerem ancestralidade africana. Além da conhecida genialidade musical, ele era também muito ético, e estava envolvido nos melhores movimentos políticos de seu tempo.